quinta-feira, dezembro 28, 2006

Boas Festas por David Fonseca

Fiquem com esta preciosidade com o selo de qualidade do David Fonseca.

sexta-feira, dezembro 22, 2006

David Fonseca em Gaia

David Fonseca ontem no Hard Club em Gaia, foi bom demais para ser verdade... inesquecivel.


E já agora aproveito para colocar aqui uma foto tirada no concerto anterior a que eu fui, em Espinho:

quarta-feira, dezembro 13, 2006

Feliz Natal para todos

Fantasias de Natal

domingo, julho 02, 2006

(foto tirada na Praça D. João I, Porto)
 Posted by Picasa

sexta-feira, abril 07, 2006

Achado na Net - Ornatos Violeta

Um achado na Net! Uma imagem, tipo caricatura, duma das minhas bandas favoritas, os Ornatos Violeta, feita pelo próprio vocalista Manuel Cruz, que também é um óptimo desenhador.

Prenda do Dia - para a Ana


Prenda para a Ana:


Agradeço que não façam perguntas. Afinal esta prenda (ainda) não é a vossa. Obrigado

sexta-feira, março 17, 2006

É já dia 24!


É já na 6ª feira, dia 24 de Março na RTP. Eles vão regressar!

O Festival das Canções

Já me esquecia de falar disto... não é que vá fazer qualquer diferença, mas eu tenho que expressar o que me vai na alma.
Na passada 6ª feira, uma semana atrás, foi o Festival RTP da Canção onde as vencedoras foram as Nonstop. A vitória foi renhida e o desempate foi resolvido tendo em conta a preferência do júri no estúdio. Até aí parece que está tudo bem. Só que também houve uma votação de casa, por telefone, onde os cerca de 65000 votantes, escolheram como vencedora a Vânia. E o resultado final foi decidido dando mais valor a 5 membros de júri em detrimento de 65000 telespectadores. Como disse Jorge Gabriel, é a democracia! Mas afinal a RTP faz programas para quem? Não é uma televisão de serviço público!? Então deve fazer televisão para o público, talvez...
Foi lindo de ver! O público no estúdio a gritar: "Vânia! Vânia!". Que grande final de espectáculo. Não é que a canção da Vânia fosse uma das minhas favoritas. Eu preferia a canção dos Maria Folia, que ficou em último pela votação do júri. Mas também o que seria de esperar de um júri composto por aquelas personalidades, de campos tão distintos e relacionados com o panorama musical? O que está a valer é mesmo umas boas coxas e um palminho de cara! Achei um piadão à repetição da actuação das Nonstop, com a ausência de qualquer tipo de animação do público. Apenas 2 ou 3 pessoas (homens) pulavam... compreende-se.
ACORDEM!
Vânia! Vânia!

Este blog anda perdido.

Com tanta coisa interessante para contar e dá-me a perguiça para escrever aqui. Dá assim tanto trabalho pôr em palavras aquilo que sentimos e pelo que passamos? Pelos vistos sim. Não estava a contar com isso. É mais fácil andar a perder tempo (ou não) a vaguear (pastar) pela Net...

Muitas coisas interessantes se passaram no últimos tempos em termos culturais. Destaco o Fantasporto, esse mítico festival de cinema. Este ano foi a loucura para mim, que numa semana gastei sozinho uma caderneta de 10 bilhetes e ainda fui à abertura e ao encerramento. Surpreendentemente, ou não, gostei de todos os filmes que vi e não me arrependi de nenhuma escolha. Os meus favoritos foram "Sympathy for Lady Vengeance", "Animal" e "Coisa Ruim". Mas o ambiente vivido no festival é fantástico (mesmo!) e vale a pena experimentar. E podemos conhecer ou pelo menos ver de perto algumas celebridades e outras que vão a caminho, ou tentam, da fama.


Hoje vou à "Febre de Sábado" no Pavilhão de Desportos de Matosinhos. Como curti a edição que vi na RTP, vou ver este espectáculo ao vivo. Espero, se não me der a perguiça, escrever aqui algumas impressões sobre o show. Aguardo com expectativa as actuações dos Xutos, das Doce e dos Trabalhadores do Comércio. Ah... e do grande José Cid!

Este blog anda perdido, mas tenta encontrar-se no labirinto.

segunda-feira, janeiro 02, 2006

Always Look on the Bright Side of Life

Always Look on the Bright Side of Life
(from Monty Python - words and music by Eric Idle)

"
Some things in life are bad
They can really make you mad
Other things just make you swear and curse.
When you're chewing on life's gristle
Don't grumble, give a whistle
And this'll help things turn out for the best...

And...always look on the bright side of life...
Always look on the light side of life...

If life seems jolly rotten
There's something you've forgotten
And that's to laugh and smile and dance and sing.
When you're feeling in the dumps
Don't be silly chumps
Just purse your lips and whistle - that's the thing.

And...always look on the bright side of life...
Always look on the light side of life...

For life is quite absurd
And death's the final word
You must always face the curtain with a bow.
Forget about your sin - give the audience a grin
Enjoy it - it's your last chance anyhow.

So always look on the bright side of death
Just before you draw your terminal breath

Life's a piece of shit
When you look at it
Life's a laugh and death's a joke, it's true.
You'll see it's all a show
Keep 'em laughing as you go
Just remember that the last laugh is on you.

And always look on the bright side of life...
Always look on the right side of life...
(Come on guys, cheer up!)
Always look on the bright side of life...
Always look on the bright side of life...
(Worse things happen at sea, you know.)
Always look on the bright side of life...
(I mean - what have you got to lose?)
(You know, you come from nothing - you're going back to nothing.
What have you lost? Nothing!)
Always look on the right side of life...
"

Mete uma rolha

Stressless. Caga nisso. Mete uma rolha!
Usa a tua maior arma: ignora e fica na tua. Tu sabes aquilo que pensas e pensas que sabes o que é o melhor para ti. Aprende a ouvir, mas mais importante ainda aprende a seleccionar o que interessa mesmo assimilar.
Aprender com todas as experiências é essencial para a nossa sobrevivência.
A morte é silêncio. A morte é calma. Mas porra... A morte é o fim! The End. Finito. É mesmo isso que queres?! Tás a passar-te? Nem pensar! Como diz "o outro": Curte a vida, porque vais passar muito tempo morto.
E por mais dificil que seja pôr em prática não esqucecer: Carpe Diem.
Pelo menos para mim faz sentido, mas cada um é que sabe, obviamente.
Compreende-se outro tipo de atitudes, mas fruto do desconhecimento ou após uma reflexão ponderada das prioridades, prós e contras das opções a tomar. Mas fazer algo só porque sim é que é terrível. Ah... os outros fazem e aparecem e o diabo a quatro. Dasse! 'ta que pariu essa gentinha!
Isto fará algum sentido? Não sei bem, mas vou pensar nisso...