sexta-feira, dezembro 30, 2005

Desabafo

'dasse!
'ta que pariu isto tudo!

domingo, dezembro 04, 2005

Nuno Markl hoje no Porto


Nuno Markl hoje, na Bertrand do Dolce Vita, nas Antas, no Porto.

És o maior! Ou pelo menos, um dos maiores... eheh!

segunda-feira, novembro 21, 2005

Blog RiR Lisboa 2006 não oficial


Mais um pequeno projecto "blogueiro" em que me meti:


Talvez por isso nunca acabe por dar a devida atenção que cada um dos meus projectos merecia.
E eles acumulam-se... lol... mas eu curto! Ao menos isso.

Tenho que fazer actualizações de fundo no: www.estivela.com.sapo.pt, mudar bastante o www.ngage.com.sapo.pt e fazer algumas pequenas alterações no www.mosdodouro.com.sapo.pt com o meu irmão. Não posso ainda esquecer os blogs e ainda reformular a minha página / portal pessoal www.davidpinto.com.sapo.pt ... Uff!

quinta-feira, outubro 06, 2005

Lenga-lenga da Avó Melinha (2)

Lenga-lenga da Avó Melinha (2)

Um dia era de noite,
que tragédia, que horror,
o pai grita, o filho grita,
o polícia ao longe apita,
...........................
- Meus senhores, muito boa noite!

segunda-feira, agosto 22, 2005

sexta-feira, julho 08, 2005

Fim-de-semana recheado.

sábado, julho 02, 2005

terça-feira, junho 14, 2005

Sin City - em tons de cinzento e cheio de côr

"Sin City" (Cidade do Pecado), que estreou a semana passada em Portugal é, na minha opinião, um grande filme.

E por aqui me fico na minha análise, pois a minha opinião vale o que vale... Aproveito também para recomendar os livros da série Sin City, dois deles já publicados em português de Portugal, pela Devir.

Agora mal posso esperar pelos grandes "blockbusters" deste Verão: "Batman Begins", "War of the Worlds", e já agora também aguardo com alguma impaciência a estreia da versão cinematográfica do "Hitchhicker's Guide to the Galaxy".

Tudo isto ainda revivendo as grandes emoções do "Star Wars III - The Revenge of the Sith".

segunda-feira, junho 13, 2005

Lenga-lenga da Avó Melinha (1)

Numa noite tenebrosa
uma mulher maldosa
com uma faca na mão...
......................
...a pôr manteiga no pão.
Caligrafia 1

sábado, junho 11, 2005

Ponto de encontro e perdição


Casa da Música. Ponto de encontro e perdição.

terça-feira, maio 10, 2005

Sinto-me perdido

Sinto-me perdido.
O mundo parece ser dominado por algumas atitudes consideradas socialmente correctas. Como eu aparentemente não concordo com bastantes delas, sinto-me à parte. Marginalizado, esquecido, segregado, numa sociedade que vive apenas para si mesma, segundo as suas regras inquestionáveis e imutáveis. Onde apenas são valorizadas as opinões, atitudes e gostos partilhadas pela maioria e incentivadas por todos os meios ao seu dispôr. As pessoas agitam-se, mas esse mar é um oceano pacífico, onde as ondas são imperceptiveis e não conseguem alterar o perfil da linha de costa. Eu sou uma parte da solitária que vem esporadicamente molhar a areia seca, mas que acaba por se misturar e perder no vasto oceano.
Sou apenas mais uma pessoa só no meio da multidão.
Mas amanhã é outro dia...

segunda-feira, maio 09, 2005

Festival 24 Horas TMN - Um verdadeiro achado!

O Festival 24 Horas TMN no dia 7 De Maio no Estádio do dragão foi um evento histórico e marcante por várias e contrastantes razões.Antes de mais nada devo reconhecer que foi uma festa inesquecível com uma organização fantástica, uma grande estrutura de apoio e grandes artistas em palco. Eu estive lá, durante quase todas as 24 horas do evento e devo destacar que as minhas preferências foram, mais ou menos por esta ordem, Gabriel o Pensador, Xutos e Pontapés, Gomo, Mesa, Nouvelle Vague, Marcelo D2, Nerd, Reamon e assim sucessivamente. Não houve momentos mortos nesta grande festa da música. E em alguns casos em que a actuação não fosse a nosso gosto, tínhamos actividades paralelas, como jogos, massagens, zona de alimentação (zonas de cinema e comédia foram uma desilusão) e descanso.O outro lado da moeda e talvez o motivo mais importante que me leva a escrever foi a fraca afluência de público, essencialmente fora do dito "prime-time". Eu que estive lá com alguns amigos e familiares, posso assegurar que durante a madrugada, manhã e tarde, o cenário do público foi desolador. Grandes actuações passaram pelo palco e estiveram a tocar para meia dúzia de "gatos pingados"... e já agora algumas "gatas" (mas vamos evitar falar das meninas da TMN ;)...). Poder-se-á afirmar até, que durante a manhã estava menos gente no festival do que no novo Centro Comercial das Antas, onde fui tomar o pequeno-almoço. Acredito sinceramente que talvez isto tenha acontecido pelo facto da queima estar a decorrer ao mesmo tempo. Mas não consigo perceber como um festival deste nível pode ser trocado por uma festa, na minha opinião degradante e demasiado alcoolizada, que ocorre todos os anos e à qual não faltarão oportunidades para ir. Poderíamos ainda pensar que para os lados da Maia acontecia outro concerto do mítico Tony, mas será que o público alvo é o mesmo?! Se calhar até é... e os meus gostos é que não serão os mais adequados.Face a estes comportamentos, penso que não podemos continuar a exigir que grandes concertos passem pelo Porto. Estas gentes cada vez mais desiludem no que diz respeito a este tipo de actividades não futebolísticas. Nem o facto de ter tido lugar no Estádio do Dragão ajudou. Ou teria sido ainda pior se aí não tivesse tido lugar. Espero que para o ano a TMN volte a organizar mais um festival destes, mas não me admirará que apenas tenha lugar na capital. Caso isso aconteça é extremamente provável que eu rume a Lisboa, tal como acontecerá no Rock in Rio. E nunca mais me voltarei a queixar da centralidade deste género de eventos.

segunda-feira, maio 02, 2005

Perdido pela Música

Devo começar por confessar que isto é mais difícil do que pareceria à primeira vista. Mas também não me passou ainda pela cabeça desistir. Muitas vezes lembro-me de inúmeros temas que me interessam partilhar aqui, mas depois por preguiça acabam por ficar apenas na minha memória passageira e facilmente esquecidos.
Poderia destacar e escrever neste blog sobre alguns belos momentos que eu tive ultimamente. Poderia falar sobre a recente abertura da Casa da Música, com o seu concerto de Pluto e Xutos ao ar livre e do fabuloso concerto de Pedro Abrunhosa e Bandemónio na não menos fantástica Sala 1 da Casa da Música. Descrever o belo edifício e as inúmeras e interessantes actividades que aí tiveram lugar durante uma recheada semana de abertura.
E o cinema, o teatro, a música, os livros, exposições… tanta actividade interessante que se passa ao mesmo tempo e tão pouco tempo! Ficamos perdidos… ainda para mais não nos podemos esquecer da nossa actividade profissional e das essenciais relações familiares e sociais. Fica complicado, mas no final acaba por ser compensador.
Esquecendo estas “dificuldades”, o próximo evento que espero poder estar presente é o Festival 24 Horas TMN, no Sábado 7 de Maio (0:00). Admito que estou bastante entusiasmado e curioso por diferentes razões. Primeiro que tudo, pelo facto de ser um festival que vai durar 24 horas seguidas, do qual eu conto assistir a cerca de 16… a ver vamos. Outro factor essencial para o meu entusiasmo é a prometida antestreia do Star Wars III! É verdade?! Acredito que sim… esperemos que as condições de projecção estejam à altura. Além disto tudo temos ainda o facto deste festival decorrer no Estádio do Dragão, agora ainda mais valorizado (ou não?) pela abertura do Centro Comercial Dolce Vita Antas. É verdade que o cartaz não é dos mais excitantes, mas a presença dos Xutos, Gabriel o Pensador, N.E.R.D., Reamon e Plaza, Gomo, Blind Zero, Cool Hipnoise, Mesa, Marcelo D2 vale bem a nossa atenção, ou não? Somado a isto, a TMN promete ainda zonas de cinema, chill-out, disco, comédia (stand-up!?) e restauração. Espero dentro de dias poder relatar aqui a minha experiência neste festival. Viva o Porto (cidade), que está cada vez melhor!

quarta-feira, abril 27, 2005

Perdido e Achado porquê?

Este blog chama-se "Perdido e Achado" porque eu achei piada ao nome que me passou na cabeça nesta 4ª feira de manhã, quando estava a chegar ao trabalho. Penso que é um nome que resume de certa forma aquilo que tenho para ir contando e escrevendo no futuro.

Por um lado significa um contraponto à expressão popular "(ser) nem perdido nem achado", significando não ter sido tomado em consideração em dado momento (+/- isso). Espero poder relatar algumas das experiências em que estou envolvido e por isso mesmo ser Perdido e Achado nelas. Dependendo das situações, poderei estar Perdido, Achado ou simultaneamente Perdido e Achado, sem que nenhuma destas posições determine que essa situação foi necessariamente negativa ou positiva.

Por outro lado, o título também se assemelha a Perdidos e Achados, local onde se depositam objectos encontrados e onde se espera que um dia os legítimos donos os irão levantar (ou não, como diria Markl). Neste sentido, também eu espero depositar aqui algumas informações úteis, pelo menos do meu ponto de vista, que vou encontrando neste mar de informação virtual e real. Pode ser que por aqui alguém passe um dia e encontre aquele objecto que nunca pensou sequer ter perdido.

Fruto de algumas experiências negativas anteriores, desejo sinceramente que este post não tenha sido o primeiro e último, um filho único, deixando este projecto de blog perdido, nesta gigantesca rede de informação. Caso isto por ventura venha a acontecer tenho quase a certeza que este blog perdido poderá constituir para alguém um autêntico achado. O que quer que isto queira dizer… devo confessar que neste momento me encontro Perdido e Achado.